Idioma:

Enio Paipa -  Embaixador Corrida Amiga Recife

GENTE QUE INSPIRA Enio Paipa

GENTE QUE INSPIRA

“Aproveite a cidade, tipo Carpe Diem. Você vai ver e sentir uma cidade que você nunca viveu.”

                                                               Enio Paipa, Recife. Embaixador Corrida Amiga.

 

Enio Paipa, Embaixador do Instituto Corrida Amiga em Recife é ciclista e ama a relação pessoas e cidades. Desde 2010, envolvido em diversos movimentos que trabalham a mobilidade urbana, acredita que a bicicleta é um bom meio de transformar as pessoas e as cidades.

Enio integra a Equipe de Articulação Nacional da Rede BIKE ANJO. E, de acordo com ele, mantém seu principal foco durante seus deslocamentos diários – corridas, caminhadas e pedaladas – na contemplação que o lugar proporciona: seja encontrar pessoas, tomar um banho de mar (sim, ele pode gente! Hahaha), aproveitar os comércios locais, ou sentir o cheiro da maré. Nas palavras de Enio: “ É tudo nosso!!! #puravida”

 

Quer descobrir um pouquinho mais sobre o Enio e o Transporte a Pé: Confira a entrevista na íntegra:

 

CA: O que significa transporte a pé para você?

Enio: Transporte a pé é a maior liberdade que seu corpo pode te oferecer.

 

CA: O que é a rua?

Enio: Rua é o melhor lugar onde você pode encontrar as melhores coisas das cidades, AS PESSOAS.

 

CA: Para você qual a diferença da “cidade do outro lado do vidro – do automóvel” e da cidade sob seus pés?

Enio: Sabe aquela capa do disco do Pink Floyd, onde um lado é monocor, morgado, sem vida e o outro lado é todo colorido, animado e com muita diversidade. Acho que é bem isso. ;))))) Ahhh, o disco é o The Dark Side of the Moon.

 

CA: Há quanto tempo você se desloca a pé?

Enio: Desde criança ia para escola caminhando. Quando fiz uns 10 anos, fui estudar em Recife, onde andava de ônibus e caminhava mais de 1km para a escola. Então sempre tive uma boa relação com a caminhada por “atalhos do centro”. Em 2010, comecei a me deslocar por bicicleta e de lá pra cá, sempre tento me dividir entre percursos pedalados e caminhados.

 

CA: Quantas vezes por semana você se desloca a pé?

Enio: Pelo menos uma vez na semana, principalmente quando preciso resolver alguma coisa no bairro que vivo.

 

CA: Você utiliza, exclusivamente, o transporte a pé?

Enio: Não. Não consigo largar minhas bicicletas! ;))

 

CA: Quais outros meios de transporte você costuma utilizar?

Enio: Bicicleta, bicicleta, bicicleta, carro e transporte público, assim, nessa ordem de intensidade.

 

CA: O deslocamento a pé economiza tempo e dinheiro?

Enio: Dinheiro com toda certeza. Mas a relação do tempo, como ando muito de bicicleta e não faço muitas corridas, tenho uma outra percepção. Então colocaria a contemplação do caminho e a economia de grana como os principais pontos da mobilidade a pé.

 

CA: O que mudou na sua vida a partir do momento em que optou pelo transporte a pé?

Enio: Desacelerar e contemplar. Caminhar nas ruas de JANGA, Olinda e Recife, me fazem descobrir muitas coisas/lugares que nem de bicicleta eu havia observado. A velocidade da caminhada é uma coisa espetacular.

 

CA: Quais são as maiores dificuldades para que mais pessoas optem pelo deslocamento ativo?

Enio: Com certeza a infraestrutura. As cidades são feitas para automóveis. Nem as pessoas que estão dentro deles estão sendo beneficiadas, vide Recife com o 8º pior trânsito do mundo. Essa realidade está mudando, ainda bem, mas as pessoas não precisam de adaptações e sim de uma reorganização das infraestruturas das cidades que priorizem pessoas com deficiência, pedestres, ciclistas e depois as pessoas que estão nos automóveis.

 

CA: O que você diria para as pessoas que gostariam de experimentar o transporte a pé?

Enio: Aproveite a cidade, tipo Carpe Diem. Você vai ver e sentir uma cidade que você nunca viveu.

 

CA: A Corrida Amiga te ajudou neste processo? Facilitou? Inspirou?

Enio: Ajuda e facilita demais! 😉 Porém conhecer o projeto e, principalmente, AS PESSOAS que o fazem acontecer, me inspiram bastante e ainda me colocam várias vezes na dúvida se vou de bike ou vou a pé. ;))))

camiga

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *